O KRACK E A VULNERABILIDADE DAS REDES WI-FI

Analistas de segurança alertam que uma série de vulnerabilidades descobertas no padrão Wi-Fi (rede sem fio), denominada KRACK, deixa expostos milhões de usuários no mundo todo.

wifi-hacker2
Figura 1. Vulnerabilidade em redes Wi-Fi deixam milhões de usuários expostos.

A falha está presente nas criptografias WPA e WPA2, bastante utilizadas em roteadores Wi-Fi para disponibilizar acesso à Internet sem fio em nossas casas, no trabalho, shoppings, aeroportos etc. Em resumo: as conexões de acesso à Internet sem fio, que pensávamos estar protegidas, na verdade podem estar perigosamente expostas, conforme revela a Equipe de Preparação para Emergência de Computadores dos Estados Unidos (US-CERT):

“O impacto da exploração dessas vulnerabilidades inclui decodificação, repetição de pacotes, sequestro de conexão TCP, injeção de conteúdo HTTP entre outros.”

A vulnerabilidade exige que um dispositivo esteja no alcance de um invasor mal-intencionado.


Microsoft sai na frente

Em uma declaração ao The Verge, a Microsoft afirmou que qualquer pessoa que aplique as atualizações do Windows manualmente ou que mantenha o Windows pronto para aplicar as atualizações automáticas deve estar protegida:

“Nós lançamos uma atualização de segurança para resolver esse problema no dia 10 de outubro, dentro do ciclo mensal de atualizações regulares do Patch Tuesday da empresa. Os clientes que aplicaram a atualização ou que mantém ativada a opção para atualizações automáticas estão protegidos.”

windows10_seguridad_13
Figura 2. Microsoft já disponibilizou atualização de segurança.

As demais plataformas

O problema é maior para usuários da plataforma Linux e Android (cerca de 41% dos dispositivos que usam esta plataforma estão perigosamente vulneráveis), pois esses dispositivos – em especial os que usam o Android 6 ou posterior – contém uma vulnerabilidade que torna trivial a interceptação e manipulação de tráfego de rede Wi-Fi, segundo os especialistas de segurança. Contatada, a Google admite a falha em seu sistema e espera encontrar e disponibilizar uma correção nas próximas semanas.

888605_1280x720
Figura 3. Dispositivos que usam o sistema Android, da Google, são os mais afetados.

Como a vulnerabilidade permite que alguns ataques funcionem contra todas as redes Wi-Fi que usam criptografias WPA ou WPA2, mostrando que a fraqueza está no padrão Wi-Fi, dispositivos da Apple (iPhones, iPads e MacOS) também podem estar sujeitos. A Apple ainda não se manifestou a respeito.

As recomendações

Se você é usuário Windows 10 (PC ou celular), basta manter o sistema configurado para atualizações automáticas e pronto!  Se ainda utiliza versões antigas do Windows, trate de migrar para o Windows 10, que é a versão mais atual e a mais segura do Windows.

Se você é usuário de dispositivos iOS e Android, evite o uso de redes Wi-Fi, dando preferência a usar a conexão 4G ou 3G de seu pacote de dados, até que seus sistemas sejam corrigidos.

Em ambos os casos, procure atualizar o firmware de seus dispositivos de rede, como roteadores, por exemplo.

A Wi-Fi Alliance, organização que certifica padrões de dispositivos de conexão sem fio, já foi alertada e prepara uma série de ações para corrigir tais vulnerabilidades juntos aos fabricantes de dispositivos.

Com informações de Windows Central, WindowsTeam e TecMundo.
Anúncios

Um novo navegador para um Windows universal

Com o lançamento do Windows 10 previsto para o segundo semestre de 2015, a Microsoft apresentará seu novo navegador (codinome de projeto: Spartan) que já tem nome e logotipo oficiais definidos. Chamar-se-á Microsoft Edge e sua logo pode ser vista – e comparada com a logo do atual Internet Explorer – na figura 1. Na imagem, a logo da esquerda é a do atual navegador (Internet Explorer), enquanto a logo da direita é a do novo navegador (Microsoft Edge).

microsoft_edge
Figura 1. Logotipos dos navegadores Internet Explorer (à esquerda) e do novo navegador, o Microsoft Edge (à direita).

O Microsoft Edge será um navegador totalmente novo. Nada a ver com o Internet Explorer atual ou do passado. Terá uma interface mais enxuta, no padrão do Windows 10, além de uma performance bastante superior ao atual Internet Explorer e até mesmo dos principais navegadores concorrentes da Microsoft, o que lhe trará grandes chances de sucesso, uma vez que a “lentidão” do atual Internet Explorer em relação a concorrência é um dos principais motivos dos usuários terem optado por outras soluções, fazendo o Internet Explorer perder o posto de navegador mais utilizado.  Com o Edge a Microsoft espera reverter essa situação.

O novo navegador trará como novidade a capacidade de interagir com inking na tela, ou seja, escrita livre e direta no browser através de dispositivos touch, como os tablets Surface, por exemplo. O usuário poderá escrever, marcar, desenhar e rabiscar livremente na página e, se desejar, salvar as alterações como imagem e compartilhar por e-mail, salvar no OneDrive ou no OneNote.

Outra característica muito esperada pelos usuários da Microsoft é a capacidade de seu navegador utilizar “extensões”, como já fazem seus concorrentes Chrome e Firefox. A Microsoft, inclusive, já demonstrou em evento o Edge utilizando uma extensão feita originalmente para o navegador do Google sem qualquer problema. Polegar para cima

Outra grande aposta do novo produto é que o mesmo será totalmente integrado à assistente virtual da Microsoft, a Cortana. A assistente poderá ajudar o usuário a fazer pesquisas no navegador, exibir resultados rápidos e ensinar caminhos e direções automaticamente quando um endereço for pesquisado utilizando-se o Bing, o buscador da Microsoft. Isso deverá proporcionar uma incrível experiência de interação entre o usuário e seu dispositivo.

A Microsoft confirmou que o Edge será capaz de sincronizar senhas usadas anteriormente em sites, favoritos armazenados, guias abertas e histórico de páginas acessadas, ou seja, basta entrar com uma conta para nunca mais se preocupar em realizar o backup do browser quando for trocar de computador ou até mesmo formatar, bastando usar normalmente o navegador que os dados mais importantes estarão seguros na nuvem.

A funcionalidade será ainda melhor para quem possuir um smartphone ou tablet com Windows 10, criando um ecossistema entre os dispositivos para o acesso rápido de dados em qualquer plataforma.

Microsoft-Edge
Figura 2. Aspecto da nova interface do navegador Microsoft Edge. Repare no aspecto mais enxuto e agradável.

Apesar de todas as novidades e da expectativa para os usuários do ecossistema Windows – como é o meu caso –  os donos de aparelhos com Android e iOS não contarão com essas novidades, pelo menos por enquanto. É que a criadora do Windows atualmente não planeja levar seu aplicativo ao sistema operacional da Google ou da Apple, permitindo que apenas os usuários de seu próprio ambiente virtual desfrutem da novidade.

Vem aí o Windows 10 : Uma família de serviços numa única plataforma operacional

Num evento pra lá de aguardado pelos usuários dos produtos Windows e chamado de “The Next Chapter”, ocorrido em 21/01/2015 em sua sede em Redmond, nos Estados Unidos, a Microsoft anunciou as novidades de sua próxima plataforma operacional.

Update-free-580x321
Figura 1. Windows 10 será multiplataforma e gratuito para usuários desde o Windows 7 durante o primeiro ano.

Numa grande jogada da Microsoft, a empresa convergiu as funcionalidades de suas várias versões Windows – existentes até a versão 8.1 – numa única e multiplataforma, que rodará em seus diversos dispositivos, desde o Surface Hub – uma tela de alta definição de 50 polegadas – até o Windows Phone, o seu smartphone! Isto é um avanço sem precedentes na Microsoft. Uma estratégia bastante ousada e inteligente para consolidar e integrar um único nome – produto – à vida cotidiana das pessoas: Windows, independente de qual dispositivo o usuário esteja utilizando.

Atualização Gratuita

Numa grande jogada para migração rápida e passar a ideia de que o Windows é um serviço, e não um produto, a Microsoft anunciou: o Windows 10 será gratuito para atualização durante o primeiro ano para usuários com licenças do Windows a partir da versão 7.

A empresa promete, a partir do Windows 10, atualizações mais rápidas e um compromisso ainda maior com a privacidade dos usuários, algo que os usuários do Windows Phone 8.1 já vem percebendo de uns meses pra cá.

Entre as principais novidades podemos destacar:

Função Continuum

Útil em dispositivos dois-em-um, permitirá ao usuário alternar entre dois modos de operação diferentes: Modo PC e Modo Tablet, adequando à interface e funcionalidades a cada ambiente operacional. Show! Polegar para cima

Central de Ações

Passa a ser funcional, onde poderemos interagir com um aplicativo diretamente a partir das notificações emitidas, sem necessidade de abrir o aplicativo para pode trabalhar com ele.

Cortana

Chegará definitivamente ao PC, assim como já acontece no Windows Phone, realizando todas as tarefas nos desktops, além de executar ações em segundo plano a partir de comandos de voz numa linguagem muito próxima da humana.

Pesquisa Integrada

Além da busca na Internet, também realizará no próprio dispositivo e também no OneDrive.

Windows Phone

Será possível a customização do plano de fundo com fotos, além de funcionalidades como a listagem dos últimos aplicativos instalados sempre no top do menu de aplicativos. A Central de Ações ganhará novas opções de atalhos e em maior quantidade, além de permitir a interação com as notificações sem necessidade de abrir os aplicativos. Teremos a possibilidade de mover o teclado virtual, além de redimensioná-lo e como uma grande novidade a integração do aplicativo nativo de mensagens ao Skype e um novo Office para dispositivos móveis com diversas novidades para tornar seu uso mais prático.

Windows-Phone-10
Figura 2. Lumia 1520 utilizado para mostrar o Windows 10 rodando num smartphone.

Spartan

Um novo browser foi confirmado – apesar do nome Spartan ainda ser provisório – e com ele será possível salvar páginas para visualização off-line com integração a Cortana.

Novidades em Hardware

As novidades em termos de hardware foram: Surface Hub, que será uma tela de alta definição com 50 polegadas rodando Windows 10 e o HoloLens, os novos óculos de holografia da Microsoft, que permitirão aos usuários criar os mais diversos objetos em holografia e depois imprimi-los em 3D.

surface-hub
Figura 3. Surface Hub – uma tela de alta definição para apresentações com Windows 10.

HoloLens
Figura 4. HoloLens – os óculos para manipulação de imagens holográficas.

Novas Metas da Microsoft

E por último foram apresentadas as novas metas da Microsoft a partir de agora: o desejo de estar em todos os lugares com o Windows 10, atraindo as pessoas para o seu sistema operacional com o objetivo de fazer o consumidor “amar” o Windows diariamente.

Eu, particularmente, adorei as novidades. Smiley piscando

Como usuário dos produtos Windows – do sistema operacional no PC, notebook e celular ao OneDrive na nuvem e o Bing como ferramenta de busca, além do Office como produtividade e suas ferramentas de desenvolvimento de sistemas – não poderia estar mais contente com tantas novidades e uma disposição da Microsoft em oferecer cada vez melhores produtos, mais integrados entre si e numa velocidade mais condizente com os avanços tecnológicos que temos no nosso dia. 

Pela primeira vez sinto uma mudança na filosofia da empresa em querer estar mais próxima do usuário, em oferecer produtos com ainda mais qualidade e que realmente sejam úteis no dia a dia, fazendo com que – ao usarmos seus produtos integrados e produtivos – esqueçamos de vez a necessidade de uso de qualquer outra solução apresentada por seus concorrentes.