Reflexões

20 Exercícios para a Reforma Íntima

20_exercicios_para_reforma_intima

1. Executar alegremente as próprias obrigações.
2. Silenciar diante da ofensa.
3. Esquecer o favor prestado.
4. Exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco.
5. Emudecer a nossa agressividade.
6. Não condenar as opiniões que divergem da nossa.
7. Abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária.
8. Repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume.
9. Treinar a paciência constante.
10. Ouvir fraternalmente as mágoas dos companheiros sem biografar nossas dores.
11. Buscar sem afetação o meio de ser mais útil.
12. Desculpar sem desculpar-se.
13. Não dizer mal de ninguém.
14. Buscar a melhor parte das pessoas que nos comungam a experiência.
15. Alegrar-se com a alegria dos outros.
16. Não aborrecer quem trabalha.
17. Ajudar espontaneamente.
18. Respeitar o serviço alheio.
19. Reduzir os problemas particulares.
20. Servir de boa mente quando a enfermidade nos tira.

Por Francisco Cândido Xavier.


Oração de Agradecimento pelo Dia de Hoje

dia_de_hoje

Senhor meu Deus.

Talvez amanhã eu não mais esteja aqui – nada me garante que estarei –
e tudo o que houve ontem agora está no passado.
Não posso mudar o que passou.

Só tenho o momento presente.
Devo usá-lo como se fosse o último e vivê-lo com Sabedoria porque logo
ele passará e estará perdido para sempre lá num canto do passado.

Assim me disponho:

A aprender a compaixão;
A ajudar os caídos a se levantarem;
A ser um amigo diante da inimizade;
A preencher com amor vidas vazias.

As agressões que pratico hoje talvez nunca mais possam ser corrigidas,
E os amigos que deixo de ganhar talvez eu nunca mais ganhe.
Poderei não receber outra chance de ajoelhar e agradecer
este momento presente.

Por isso me curvo diante de ti, meu Deus,
E agradeço de todo o coração o Dia de Hoje.


O Homem no Mundo

Não consiste a virtude em assumirdes severo e lúgubre aspecto, em repelirdes os prazeres que as vossas condições humanas vos permitem.

Basta reporteis todos os atos da vossa vida ao Criador que vo-la deu; basta que, quando começardes ou acabardes uma obra, eleveis o pensamento a esse Criador e lhe peçais, num arroubo d’alma, ou a sua proteção para que obtenhais êxito, ou a sua bênção para ela, se a concluístes.

Em tudo o que fizerdes, remontai à Fonte de todas as coisas, para que nenhuma de vossas ações deixe de ser purificada e santificada pela lembrança de Deus.

Texto extraído do Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVII : Sede Perfeitos : O Homem no Mundo

 


Anúncios